Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Juro Ser Verdade

Feche seus olhos e ouça minha voz
Sempre estivemos lado a lado
Pensamentos aclamados pelo que fazemos real
Contagem de dias que partem com o vento

Com uma melodia desacorrentada
Feito andrômeda ao inverno
Cada vez mais sentindo velejar
Um coração que parte com o passado tardio

Milhões de tempestades passaram entre dias
Cantigas tornaram-se anciãs
E minha palavra presa na garganta em nostalgia

Juro ser verdade os dias que passei ao sol
Quando corria pelas margens de um mar ausente
Compromisso de sofrer ou ser feliz

Planejar a vida como um antigo texto arcaico
Uma pena manchada de tinta envelhecida pelos lados
A ultima palavra que me dissestes
Que me acompanharia até o último momento

Em algum lugar no tempo
Onde as rosas não morrem
Onde a inocência não envelhece
Onde os jardins tem para sempre um sol

Retirar-me-ei para mais um momento de despedida
Antes que minha breve hora tenha chegado
Ouço a porta bater...
Marcos Ses
Enviado por Marcos Ses em 23/08/2007
Código do texto: T620211
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marcos Ses
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil, 30 anos
50 textos (1520 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 06:29)
Marcos Ses