Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Pela estrada da vida...



Pela estrada da vida,
Caminho sem a tua presença.
Foste embora,
Para sempre.

Chove pela minha face,
Os olhos não aguentaram mais.
Lá fora o sol brilha,
Tudo continua igual.

Os carinhos, as conversas,
Os sorrisos, as descobertas.
Tudo isso foi contigo,
Tudo isso voou contigo.

Apeteceu-me também voar contigo.
Mas não. Não pude,
Chamariam-me maluca se o fizesse.
Seria tola de mais por amar tanto alguém
A ponto de me matar.
Injusto! Eu sei.

Tudo deixou de fazer sentido.
Tudo ficou por fazer.
Nunca mais poderei abraçar-te,
Nunca mais poderei beijar-te
Nunca mais direi “ Amo-te”.
Injusto! Eu sei

O sol ainda existe,
Mas já não brilha.
O teu sofá ainda lá está
Mas ninguém lá se senta.
Tudo mudou.
Apenas me resta ser embalada nos braços frágeis das recordações

Contudo, lá fora,
Tudo continua igual.
O mundo não pará de girar,
As flores não param de crescer,
As borboletas não param de voar.

Mas tu partiste…para sempre
Injusto! Eu sei.
Q Rebeca
Enviado por Q Rebeca em 06/09/2007
Código do texto: T641364
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Q Rebeca
Portugal, 26 anos
6 textos (899 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 07:36)