Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
VOCÊ...NUMA GAIOLA


Você ia e vinha e tinha
O vigor de uma criança;
Você era a esperança:
Tão minha !

Dias, noites, madrugadas,
Eu ficava te olhando
E, comigo, só pensando:
Cresce logo, minha amada.

E então você cresceu.
Se tornou adolescente,
Moça adulta mais pra frente
E de mim se esqueceu.

Ah! Seu tivesse feito
O que eu havia pensado:
Num invólucro você guardado,
Nada tinha sido desfeito.

Mas, quem sabe !
Passarinho, engaiolado, chega à morte,
Você teria definhado, morrido,
E eu teria muito mais sofrido
Em ter podado a sua sorte.

Hoje você é luz, resplendor
E é feliz;
E faz feliz outra pessoa;

Se não deu certo,
O destino não quis,
Mas,
Prendê-la, jamais,
e isso eu não fiz
E hoje, pra outro alguém,
Seu canto entoa.
Bordin
Enviado por Bordin em 25/11/2007
Reeditado em 25/11/2007
Código do texto: T751651

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Bordin
Rio Claro - São Paulo - Brasil, 68 anos
87 textos (5851 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/17 06:34)