Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O FRIO POR TRÁS DO TEU OLHAR

QUANDO EM TI ENCOSTEI MEUS LÁBIOS
SENTI MINHA ALMA CONGELAR
O SOL MORTO EM TARDIA PRIMAVERA
CEDE AO INVERNO SEU LUGAR

HAVIA UM ICEBERG ESCONDIDO
POR DETRÁS DO SEU OLHAR
E DE UM FRIO QUE CORTA A ALMA
EU TENTEI ME APROXIMAR

MAS A TEMPO PERCEBI
QUE POR MIM NÃO ARDERIA
O FOGO SAGRADO QUE TUA ALMA
SOB O GELO ESCONDIA

NEM MESMO NA DESPEDIDA
DIRIGISTE-ME UM OLHAR
DECIDI SEGUIR MEU CAMINHO
E NUNCA MAIS TE PROCURAR

CONGELADO,JAZ INERTE
EM PROFUNDAS ÁGUAS MARINHAS
TODO AMOR QUE EU GUARDEI
TODO BEM QUE EM MIM VIVIA

MAS OS DIAS SE PASSARAM RÁPIDOS
E LEVARAM AS MEMÓRIAS DORIDAS
MAS EU SEI QUE AINDA ANDAS
TRISTE,AMARGA E PERDIDA

DUVIDAS QUE O MUNDO TENHA MAIS A OFERECER
LAMENTAS QUE O SOL DA SUA VIDA SE APAGOU
MAS EU TE DIGO:CAMINHA,ÉS TÃO JOVEM AINDA
RENASCERÁS DO POUCO QUE RESTOU

PINTAS SOMBRIAS PAISAGENS
DO OUTRO LADO DA CIDADE
E EU SOZINHO ESCREVO EM VERSOS
UM POUCO MAIS SOBRE SAUDADE

SAUDADE QUE, EM VERDADE NÃO TENHO
DE UM AMOR QUE NÃO VIVENCIEI
MAS SIM, DO QUE PODERIA TER TIDO,
AO TEU LADO, UM INSTANTE,... SONHEI
fabiano muniz
Enviado por fabiano muniz em 19/12/2005
Código do texto: T88397
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
fabiano muniz
Santos - São Paulo - Brasil, 41 anos
44 textos (7452 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 06:57)
fabiano muniz