Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

RECORDAÇÃO

Muitos anos se passaram,
Inda está na minha mente,
O meu tempo de criança,
Aquela vida inocente.

Lembro do velho monjolo
Onde mamãe trabalhava
Até altas horas da noite,
Boa farinha preparava.

Acima do córrego d'água
Uma velha moenda havia;
Ao lado um pequeno canavial;
E que doce garapa fazia!

A casa simples já caiu
E não existe mais nada
No lugar onde morávamos
Na margem da estrada.

Um pouco distante da casa
Havia um simples galinheiro;
De madrugada o galo cantava
Garboso no seu poleiro.

Havia um pequeno pomar
Onde o sabiá sempre cantava,
O seu canto tão sonoro
Muito, muito me alegrava.

Perto do pomar um paiol
Onde guardava o mantimento;
Ao lado um velho chiqueiro,
Com uns porquinhos lá dentro.

Papai levantava cedo,
Um café forte tomava;
Chamava logo as vacas
E leite fresco tirava.

Recordo com muita saudade
Ao passar pela estrada;
Só vejo mato e pastagem,
Já não existe mais nada.
João Barbosa
Enviado por João Barbosa em 20/12/2005
Código do texto: T88592
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
João Barbosa
Extrema - Minas Gerais - Brasil, 68 anos
160 textos (10965 leituras)
3 áudios (130 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 14:34)
João Barbosa