Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Coração de Dragão apaixonado - Trieto by Sônia Ravinini Pina, Arlete Piedade e Denise Severgnini

Coração de dragão ao luar
 

Pobre coração de dragão a chorar,

lágrimas de fogo no rosto a causar dor

olhando apaixonado o brilho do luar,

pedindo com o coração doendo a pulsar,

que a lua em sua luz entenda e aceite,

toda a beleza em chamas de seu amor.

 
Pobre lua que do céu fica a olhar,

o dragão sofrendo e expondo sua dor,

sentindo do alto a paixão dominar

seu crescente coração já sentindo o sabor,

de um beijo quente a derrubá-la em deleite,

sofrendo por não poder desfrutar desse ardor.

 
Pobre coração de dragão e pobre luz de luar,

entorpecidos a se olhar em triste estupor,

sabendo da impossível distancia a trilhar,

crescendo na lua crescente grande dor,

o olhar seu dragão a sofrer impotente,

destinados a não poder viver esse amor.

 

Autoria : Sônia Ravanini Pina

01/11/2005

Campinas-SP-Brasil

 
 

CORAÇÃO DE DRAGÃO APAIXONADO

 

Pobre dragão pela lua enamorado,

Toda a noite a sua sina lamentou,

Da sua amada o rosto está tapado,

Porque o sol ciumento, a eclipsou...

 

Tanto chorou seu coração em ferida,

Que o cavaleiro medieval o auxiliou,

E pelos dois, uma magia foi tecida,

Tão poderosa que o sol se afastou...

 

E pálida a lua ressurgiu com fulgor,

Raios luminosos tocaram seu amor,

O coração enternecido se apaixonou.

 

E os uivos de dor se transformaram,

Em amorosos suspiros que exalaram,

Fogo ardente que todo o céu clareou.

 

Arlete Piedade (Fada das Letras)

Santarém/Portugal

 

CORAÇÃO DE DRAGÃO APAIXONADO PELA LUA

 
Cavaleiro das idades antigas

A cavalgar em seu corcel altaneiro

Vestindo elmos e armaduras reluzentes

Este coração parte em busca do amor verdadeiro

Serpenteia os pântanos de emoção

Que se esconde em bosques floridos

Este apaixonado dragão quer encontrar

Sua companheira (a Lua), o motivo de sua paixão

Ergueu castelos de sonhos e quimeras

Teceu flores belas, nas alegres primaveras

Para enfeitar as estradas de seu bem querer

Apaixonado coração de dragão, às vezes chora de saudade

Quando o afeto ausenta-se, ele sofre dor

Pobre coitado, um dragão apaixonado

Não pode nunca viver sem ela (Selene)

Seu verdadeiro amor!
 
Denise Severgnini
Novo Hamburgo/RS/Brasil
 

Inpirado em: O Cavaleiro e o Dragão

http://geocities.yahoo.com.br/mundopoeta/o_cavaleiro_e_o_dragao.htm


Fada das Letras
Enviado por Fada das Letras em 25/01/2006
Reeditado em 25/01/2006
Código do texto: T103519

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Fada das Letras
Almeirim - Santarém - Portugal, 60 anos
243 textos (32137 leituras)
3 áudios (178 audições)
5 e-livros (288 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 08:14)
Fada das Letras