Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Soltos Versos

Deixar que os versos sigam
Sem lhes pedir carona.
Pouco me importa se o que foi visto,
Não ficou retido na retina.

Passam as águas,
Ficam as pontes.
Secam as fontes,
Mas irrigam as mágoas.

Triste, sozinho, de luto.
Foi-se o tempo da luta.
Não! Não quero o epíteto para quem me gerou
Nesse tempo bruto.

Ah, o rio de Heráclito!
Frio, inexorável. Mas, ah!
O colesterol! Doutor, peixe frito?
Fabio Renato Villela
Enviado por Fabio Renato Villela em 11/02/2006
Código do texto: T110677
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para o site "www.recantodasletras.com.br"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Fabio Renato Villela
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 59 anos
1758 textos (328375 leituras)
1 áudios (27 audições)
4 e-livros (4090 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 02:00)
Fabio Renato Villela

Site do Escritor