Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CADÊ MEU CORAÇÃO

cadê meu coração
que você levou
partiu
quando eu ainda
era um embrião
e vivia
e sangrava
pleno de aflições
e de alegrias?
cadê aquelas
visões
só nossas
de homem e mulher
sem pés nem
cabeças
andando a esmo
por ruas
só nossas
cantando nossos
prantos
só nossos
sem nem perguntarmos
o porque?
a primavera
já acabou
há anos
há séculos

eu sinto na carne
esses jardins
de espinhos e
florestas de farpas
e ouço
todos os meus
amigos e
inimigos
dizendo
que antigamente
sim que era
bom
o sonho acabou
ainda ontem
quando ainda
eu era um velho
desesperado
cheio de amargura
e idealismo
e hoje
só me resta
ser um bebê
jovem e
digno
porém
carente de
cabelos e de
compaixões
e de tesões

ah você garota
que passa
venha me visitar
em minha nova
e higiênica casa
imaculada
sem emoção
quase nenhuma
(vamos cantar
vamos dançar
vamos nos beijar
e transar sem
pensar no depois
da paixão)

mas não se esqueça
de limpar bem
os pés
no meu capacho
em forma de
coração
Celso Augustus
Enviado por Celso Augustus em 27/04/2006
Código do texto: T146264
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Celso Augustus
Londrina - Paraná - Brasil, 55 anos
9 textos (388 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 19:36)