Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Eu, minha alma e o demônio



O demônio me apareceu em sonhos
quis apostar comigo uma corrida.
Premio em questão: minha alma
de consolação: minha vida.

O demônio ditou as regras do jogo
ou ele ganha ou eu perco
acho que esta corrida vai ser fogo
não sei como vai terminar.

Aceitei a aposta, jogar com a vida é meu forte
sofrer continuamente é meu esporte
assumi o contrato de risco
para a exploração da minha alma
e nem pensei no risco do contrato.

É agora! É tudo ou nada.
Ou tudo para ele ou nada para mim,
só quero ver como vai ser o fim.

Foi dada a largada
e nem sai do ponto de partida,
descobri que minha canoa estava furada
ouve trapaça, porém minha vida e a alma estão salvas
a competição terminou empatada,
eu também furei a canoa dele.

Até hoje o demônio está puto comigo...

Mauro Gouvêa
Enviado por Mauro Gouvêa em 01/05/2006
Código do texto: T148324

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Mauro Gouvêa - www.recantodasletras.uol.com.br/autores/maurogouvea). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Mauro Gouvêa
Alfenas - Minas Gerais - Brasil, 51 anos
432 textos (56492 leituras)
3 áudios (837 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 23:05)
Mauro Gouvêa