Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Hóstia do pintor - criador e criatura

Engoli aquele pão prensado
pelas mãos do outro buscador
esperando que mãos
emergissem da água benta
feito um esboço de Dali.

Então pequei
ao pedir que pulsassem
todos os mistérios santos
toda delicadeza e tirania
em minhas mãos.

Do negro estado
ao branco ofício
mesclando minha angústia em cores
não limitei o debuxo ao papel.

Com dedos magros de inventor
tracei linhas como esquinas
recriei formas, escadarias
seduzindo, instigando
um novo invento
capaz de saciar essa busca de criatura.

Deforei os tratados
os caminhos
resgatei espaços
fazendo preces
silenciando a espera do criador
presença invisível
do que me era semelhante.

Guardo em secreta comunhão
as sombras
face oculta de mim.
                    (1998) Chery.

Ana Albuquerque
Enviado por Ana Albuquerque em 17/05/2006
Código do texto: T157902

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Ana Albuquerque). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Ana Albuquerque
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 50 anos
4 textos (190 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 10:57)
Ana Albuquerque