Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto


VARANDA




Na varanda aberta me deitei
A brisa fresca me presenteou
Adormeci e bem contigo sonhei
Preciosa vida então nos ofertou
Juntos num lugar todo esotérico
Brindou-nos com um luar feérico

Não caminhávamos, levitávamos
E eu tão descrente, virei crente
Longe dos malefícios, cantávamos
Os males da vida estavam ausentes
Presentes mesmo, só a bela pintura
Do sons de liras de almas tão puras

Naquela varanda...tão conhecida
Não imaginei sonhar em colorido
Assim estivéssemos em Passárgada
Cheios de amigos e campos floridos
O POETA sorrindo nos recebendo
Estou delirando, mais que dormindo


Malubarni
Enviado por Malubarni em 06/08/2006
Código do texto: T210259

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Citar nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Malubarni
Vila Nova De Gaia - Porto - Portugal
595 textos (118401 leituras)
2 áudios (277 audições)
3 e-livros (397 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 13:04)
Malubarni