Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A CASA ENCANTADA DE NINGUÉM

Havia uma casa encantada,
desabitada...
E lá Ninguém morava.
Perguntei a Ninguém
porque ninguém
na casa habitava.
E Ninguém me respondeu
que ninguém residia na casa
porque a porta estava trancada
e que Ninguém tinha a senha
que lhe abria a fechadura.
E que não encontrara ninguém
capaz de romper o segredo,
pois este alguém deveria
ser puro de coração,
e a todos amar,
até quem não era Ninguém,
incondicionalmente...
Desde então procurei
em todos os lugares,
no céu, na terra e no mar.
Removi montanhas,
vasculhei florestas inteiras
e não encontrei ninguém
que pudesse romper a aldrava,
abrir a porta e habitar
a casa encantada de Ninguém.
Mallmith
Enviado por Mallmith em 25/10/2006
Código do texto: T272954
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Mallmith
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 58 anos
173 textos (4919 leituras)
3 e-livros (184 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 14:18)
Mallmith