Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Orquestra Vital

Valsam dentro de mim meus neurônios entrelaçados

E rasgam-me as tripas com suas belíssimas lâminas infernais e celestiais.

Há de ser todas as massas cerebrais assim,

Apaixonadas todas pela beleza da guerra entranhada demencial,

Entre sonho e realidade

Entrelaçados e se fundindo sob espasmos extasiantes

E assim se tornando uma consciencia-inconsciente-de-si-mesma.

Então meus olhos encontram Deus e seus Anjos

Marchando sob um som orquestral,

Rumo à minha cortina de retalhos

Por onde a luz recém-nascida lá fora atravessa e chega às minhas pupilas.

"Composição e partitura!" - Pede a orquestra da vida,

Para que os corações se estilhacem em pétalas de vinho e vidro

Para que haja a beleza do TODO.

E em meio aos desesperos e tremores lá vão nossos amigos-com-aparencia-semelhante-à-nossa

À procura de um instrumento que lhe caiba tocar.

Lá vão em beleza, aos tropeços e com pequenos impulsos de satisfação pobre

Se juntar à orquestra terrena,

Assim subindo aos céus ou descendo aos infernos,

Conforme o seu instrumento soar.

Deus e o Diabo valsam sob seus crânios

Rindo e rasgando com suas lâminas celestiais e infernais

A dita alma de seus próprios orquestrantes -

Seres de consciencia-inconsciente-de-si-mesma.
Orbe Sardônico
Enviado por Orbe Sardônico em 24/07/2005
Código do texto: T37336
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Orbe Sardônico
Porto Feliz - São Paulo - Brasil, 30 anos
11 textos (501 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 23:27)
Orbe Sardônico