Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CANTO I

CANTO I

Uma fração de azul negro pendurada
                      [entre varais
E o silêncio amarrotado das tulipas
                        [  geladas
girando com os peixes em fogo entre
                        [ estrelas
como um temporal de gaitas flamejantes;

Das palavras vertam sangue e rosas
Rosas ensangüentadas num ocaso de
                      [vaga-lumes
brindam esta pequena Lua rasgando
                      [as vestes...
E o cristal, o livro dos sonhos,
a manhã amarga das quimeras
desmanchando-se num sorriso
beijam quietos a
boca da noite...
DARWIN FERRARETTO
Enviado por DARWIN FERRARETTO em 22/09/2005
Código do texto: T52665
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
DARWIN FERRARETTO
Santo André - São Paulo - Brasil, 53 anos
20 textos (1424 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 22:05)
DARWIN FERRARETTO