Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Arca de Noé

Não foi arca de não é
que desse zumbido no mar
desfez-se correndo de ondas
e marés desoladas
que de ruínas
meu coração amarga.
No cais navios de nada
fumaças de oceanos vazios
apitam corredores do escuro.
Na estação do obscuro
procuro alguém que também
absurdo puro
com vens e vais no convés
da cidade devastada.





Rocio Novaes
Enviado por Rocio Novaes em 09/10/2005
Código do texto: T58220
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Rocio Novaes
Curitiba - Paraná - Brasil
203 textos (55091 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 06:44)
Rocio Novaes