Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

OCULTA (MENTE)
Juliana Valis




Oculta,

A mente declama o inefável,

Nos labirintos entre rios de nós,

Como sós versos em profusão,

Na dimensão do tempo,

Inexoravelmente só...




Perplexo,

O inconsciente conclama os sentidos

Paralelos ao amor, além das estrelas sóbrias,

Transfiguradas em versos sem cor, tão rendidos

Nos universos das indefinições humanas...




Corações incautos,

Nos sobressaltos de amor, eis o tempo !

Não há chave para o surrealismo que a essência declama,

Pois o inexplicável nem tem portas opacas ou translúcidas,

Mas apenas resquícios da efemeridade sempre, sempre humana,

Como rosa que proclama o ápice do amor no infinito.




----


Quadro:


Salvador Dali: "Meditative Rose"



Juliana Silva Valis
Enviado por Juliana Silva Valis em 29/08/2007
Reeditado em 29/08/2007
Código do texto: T628438

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para o site). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Juliana Silva Valis
Brasília - Distrito Federal - Brasil, 33 anos
3973 textos (883867 leituras)
4 e-livros (1863 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 15:47)
Juliana Silva Valis