Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

As borboletas de ferro

O peso das borboletas de ferro parece recair sobre o meu peito.
A dor dos meus suicídios de outrora...!
Cada um deixou uma morte cravada em mim
Uma profunda lagarta.
E as amarguras crescem, se espalhando como a peste
em cada pensamento, abortando-os.
Cada pensamento morto rebenta uma borboleta.
O céu de ferro me sufoca, me transformo em borboleta.
E o peso das minhas asas recai sobre o meu peito de seda.
Luna Steinherz
Enviado por Luna Steinherz em 19/10/2007
Código do texto: T701489

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Luna Steinherz
São Paulo - São Paulo - Brasil, 28 anos
425 textos (24029 leituras)
3 e-livros (327 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/10/17 09:41)
Luna Steinherz