Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Só letras

Viver é ter que desviver.
É saber que desistir é morrer.
E para nós, poemas sem rima,
Que seria ter sopro de vida?

Se a poesia fosse um hipopótamo,
Estaria aí, saltitante com um lindo sorriso.
E se fosse um peixe limoso,
Estaria voando, embelezando o horizonte.

Se esse poema fosse vivo,
Certamente te faria uma carícia,
Faria mil coisas, sem malícia.
Pois dele irradia a alegria.

Sem rodeio, nem galanteios.
Se você imaginasse o poema vivo,
Não precisa passar por um crivo,
Você dançaria com ele.
Sim, dançaria.
Dennis du Toulouse
Enviado por Dennis du Toulouse em 23/11/2007
Código do texto: T748484

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Dennis du Toulouse
Londrina - Paraná - Brasil, 28 anos
7 textos (153 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/08/17 22:32)
Dennis du Toulouse