Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

o amor e o mundo

Ó, dor que sofrimento
Dá vontade de gritar ao mundo
O que estou vivendo

Essa angústia introspectiva
Que abala o meu ser
Mas que bela e sublime cativa
A fontade de viver

viver para refletir
As sensações dos sentimentos
Mais profundos
Apenas aspira-los
Jamais vive-los

Viver para pensar
No sentimento que prende-me neste lugar
Este tão belo e puro
Não pode contaminar-se ao amor  imundo

Laço poético de sentimentos
Verdadeiros e suaves
Claros e límpidos
Sinceros e puros
Contidos a uma forte Grandeza

Grandeza única
Que prende-me neste lugar
Impedindo-me de retornar
ao meu mundo vago
Cheio de imperfeições
Onde estão presas as minhas maldições
logo todos irão ver
A escuridão do meu ser

As aflições chegam
Respiração ofegante
As mãos transpiram
Coração acelerado
E a pior delas
A dor

A dor que sinto
E o meu ser é testado
Todos o vêem
Vêem a aberração que sou
As palavras horrendas
estão a se misturar
E o mundo jamais poderia acreditar
No que estou prestes a me tornar
Não há nenhuma lágrima de consolo
O ser foi apenas mais um tolo
Por ter escrito aqui o seu desaforo

É minha culpa
dele ser assim
O motivei
O motivei por que pensei
Não ser um crime
Amar de forma tão sublime


 
Tamires Silva
Enviado por Tamires Silva em 24/11/2007
Código do texto: T750630

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Tamires Silva
Belém - Pará - Brasil
7 textos (164 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 17:27)
Tamires Silva