Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Navegar à deriva

Lanço-me pro mar ,
Vontade intensa de navegar
Com a pressa de chegar
Bem perto do deserto
Infinito do Universo ...
Sou uma proa à deriva ,
Procurando o rumo certo .

Não me quero limitada
Pelas barreiras que criei ,
Posso ver-me naufragada ,
Mas saberei que tentei .

Não sou peixe ,
Não posso nadar
A uma velocidade alucinante ,
Como um feixe
Que se consegue projectar
Numa ilha bem distante !

Não sou barco ,
Não sou caravela ,
Nem tenho proa , pela certa !?
De uma vela , sou o fumo
Que consumo
Até não poder respirar ...
Mergulhada num charco ,
Vivo assim numa cela
Encarcerada , com a porta aberta ,
Na esperança de me encontrar !
artescrita
Enviado por artescrita em 20/03/2006
Código do texto: T125783
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
artescrita
Portugal, 33 anos
107 textos (4742 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 22:03)