Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ASAS DE CRISTAL

Todo poeta
se faz estrela
completa ao anoitecer.

No céu das palavras,
de noite ou de dia, brilha sempre
a estrela da sua poesia.

E, para voar, empluma o poema
com asas de cristal,
de brilho e transparência angelical.
José de Castro
Enviado por José de Castro em 11/07/2006
Código do texto: T191704

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José de Castro
Natal - Rio Grande do Norte - Brasil
2254 textos (673262 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 12:49)
José de Castro