Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ESCURIDÃO

Essa tremenda escuridão ao longe,
com seus brilhantes vaga-lume,
não demonstra ter vida ou amizade,
coragem e tristeza.

Essa imensa escuridão que está logo ali,
é negra e cheia de mistérios. Paira apenas
a dúvida. Do que pode haver neste insólito
lugar, no qual os olhos não enxergam.

Essa moldura verticalizada, que molda
a insana escuridão, que permanece estática,
tenta dar alegria à essa dor silenciosa.
E essa,mágoa pesa uma tonelada nessa escuridão.

Dispara, de loucura varrida, o coração.
Anseia libertar-se, para ir à escuridão,
Ou fugir dela, não se sabe responder.
Ele bate descompessado, e a escuridão ao longe

brilha e vai amanhecendo, e tenta demonstrar-se
amiga, mas o coração entorpecido cai, e desaba,
com medo dessa escuridão ao longe,
e de seus brilhantes vaga-lumes.
Freitas de Carvalho
Enviado por Freitas de Carvalho em 18/07/2006
Reeditado em 07/08/2006
Código do texto: T196405
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Freitas de Carvalho
São Bernardo do Campo - São Paulo - Brasil, 27 anos
31 textos (695 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 10:45)