Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Percepção

No velho e desgastado
tampo da mesa de verniz,
          quiz
o tempo que ali estaria, ele, ancorado,
inanimado; e num momento
          tento
perpassar a linha física que isola
um objeto da sua real dimensão.
          Mãos
espalmadas, devassando a imensidão
de uma energia infiltrada em sentimentos.
          Pensamentos
fluem como um torvelinho, um furacão,
e chego, por fim, num caminho debruado,
          opalado,
que me leva ao desfecho da visão;
vejo um ser inconsistente, iluminado,
          arrebatado,
que num simples dedilhado ao violão,
sobre o palco se exaltava
e pude ver maravilhado, em frenesi,
uma platéia que aplaudia, se enlevava,
quando ouvia o refrão “olha aí, é o meu guri”!
Chaplin
Enviado por Chaplin em 29/07/2006
Código do texto: T204900
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Chaplin
Rio Grande - Rio Grande do Sul - Brasil, 71 anos
420 textos (28739 leituras)
1 áudios (130 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 09:10)
Chaplin