Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Nebulosa Ninfa

Com os elos de vaporosos perfumes,
e os alentos de pássaros-lumes,
dos anelos dos amores mais veros,
escolho-te, ó Ninfa almiscarada
e distante, da mais distante
das Nebulosas errantes...

Onde mais floresceriam tais
emanados vagamundos-jardins,
tão mais nobres e mais encantados,
tão mais adoravelmente adornados?

Com os suspiros ainda mais tenros,
elevo-me em novos alados-encalços
sabendo-te mais em mim, ó Ninfa,
pois quão mais de mim te distas,
mais dos meus ardores te aproximas...

Ó, ser de absurdos adorados!
Ó, tremor das minhas mãos ao tremer !
Suplico-te tesouros e resgates
e o sabor da união peticionado
em rubros lábios sangrados...

Ah, Ninfa-liberta e intocada,
antes só os poetas se amassem...
ou antes os segredos
mais doces do universo
jamais a nós se revelassem...
ErlKoenigKunstler
Enviado por ErlKoenigKunstler em 05/09/2006
Reeditado em 13/07/2009
Código do texto: T232977

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (João Carlos do Carmo Guimarães, www.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ErlKoenigKunstler
Santo André - São Paulo - Brasil
74 textos (3067 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 20:28)
ErlKoenigKunstler