Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Tédio...Astral

Descobri no tédio a existência...
das noites sem fim de solidão refletida
Juntar-me forças pra recomeçar do zero!
Retomar a vida...partida ao meio fio

Sedimentar um novo asfalto, não correr alto
A sina é, subsistir a velocidade dos dias
Viver a inércia, espera dos sentidos convexos
Medito, no que fariam os deuses, perplexos!

A conversão da emoção em razão, faz milagres!
A conjunção dos astros me prometem saída
O mal, é esse inferno astral, luar convergindo!
Ah!...esse signo, que me influência os sentidos!

O ascendente, faz a diferença de um amigo
Sonhar, vivendo ilusoes de liberdade
A parte boa da vida, os astros vão me revelar
Um pé no chão, outro no sótão, sem nexo astral!


(direitos preservados)
lei-9610/1988-art.184
Vera Martins Itajaí
Enviado por Vera Martins Itajaí em 01/10/2006
Reeditado em 28/11/2006
Código do texto: T254018
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Vera Martins Itajaí
São Paulo - São Paulo - Brasil, 63 anos
43 textos (2366 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 14:19)
Vera Martins Itajaí