Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TEMPENSATEZ

Na derradeira página do noticiário desse dia
Dou notícias a mim mesmo:
O ontem passou
O hoje passa vagamente
Vagabundantemente vagando
Quase passarinhando
Revelando o óbvio do incerto
Face do vulto identificado
Vidraça sem pedra do pecado
Alma maculada de ilusões
Esfinge mongol
Ou uma assombração que sussurra mensagens de ninar.
Ainda pouco acordei
O novo foi desvendado
Além desta tempestade no aqui-agora...
Lá fora impera a insensatez.
Antonio Virgilio Andrade
Enviado por Antonio Virgilio Andrade em 10/10/2006
Reeditado em 11/10/2006
Código do texto: T261030
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Antonio Virgilio Andrade
Riacho Fundo - Distrito Federal - Brasil
152 textos (16227 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 15:00)
Antonio Virgilio Andrade