Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SE EU MORRESSE AMANHÃ

Obs. Poesia elaborada para participação da ciranda de mesmo título.


Se eu morresse manhã
Por certo não gostaria,
Tão logo procuraria
Pela Direção do Céu...
E com as mãos na cintura,
Dedo em riste e boca dura
Despejaria o meu fel...

Pediria explicações
De tão súbita sacada
Sem me consultar em nada,
Nem saber o meu desejo...
Por certo inquiriria
A tão nobre Autarquia,
Por tal ordem de despejo.

E enquanto não encontrasse
Explicações convincentes,
Motivos reais e fluentes,
Não iria sossegar...
E por essa discrepância,
Iria à última instância
Tentar tal lei revogar.

E se acaso não tivessem
Argumentos à altura,
Uma explicação segura,
Seria dura a parada...
Por certo logo em seguida
Sentença seria expedida:
“Sua morte foi revogada”.
Tião Luz
Enviado por Tião Luz em 21/10/2006
Reeditado em 12/11/2012
Código do texto: T269950
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Tião Luz
Poços de Caldas - Minas Gerais - Brasil
97 textos (17011 leituras)
7 áudios (630 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 10:17)
Tião Luz