Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O ANJO

De tanto me chamares de anjo, acreditei:

Vesti uma alva túnica,
soltei os meus cabelos loiros e cacheados,
coloquei no rosto um ar celestial,
desenhei nos lábios um sorriso inocente,
me envolvi em prazer de uma bruma flutuante

Tirei os velhos sapatos
e me esqueci de todos os sexos que não tive
Orei, cantei e distribui santificadas loas
como sacros querubins e serafins
Colei em meu costado asas de peninhas brancas,
fofas, leves como os jasmins

Sentindo-me que não mais era da Terra,
voei para longe de ti

Fernando Tanajura
Enviado por Fernando Tanajura em 07/11/2005
Reeditado em 07/02/2011
Código do texto: T68429
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Fernando Tanajura). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Fernando Tanajura
Estados Unidos
1466 textos (154753 leituras)
1 e-livros (154 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 10:44)
Fernando Tanajura