Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

UNIVERSOS-SENTIMENTOS
Juliana Valis



Visto o acaso como se sente o infinito,

Meu grito é verso desse inverso em coração,

Neste universo tão complexo e tão aflito

Que apenas rende-se aos amores que se vão...



E pelas dores como estrelas de aventura,

Em cada vértice de vida em profusão,

A paz rendida em cada esfinge mais futura

Torna-se lídima como notas de canção...




Eis que um sonho, então, desenha sós miragens

De tempestades, assim, líricas e humanas,

Que o fim começa perdendo-se em planagens,

Na disfunção do tempo em sinas tão insanas... 




E tantos idílios transcendentes de amor

Em prantos sós, diluem versos sós, sem calma,

Assim, dispersos, em céus, além da dor,

Em universos-sentimentos de uma alma. 




----


pintura de Vincent van Gogh








Juliana Silva Valis
Enviado por Juliana Silva Valis em 07/10/2007
Reeditado em 07/10/2007
Código do texto: T684976

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para o site). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Juliana Silva Valis
Brasília - Distrito Federal - Brasil, 33 anos
3973 textos (883861 leituras)
4 e-livros (1863 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 05:16)
Juliana Silva Valis