Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Lodo da Matéria!

                                          Quando o mal for vencedor
                                          Nos combates sem iguais,
                                          Recolha-te ao nicho do amor
                                          Deixando fora os animais!

Quando o racismo imperar
Humilhando a raça crioula,
Lembre o teu bucho ovalar
Com tanta bosta e cebola!

                                            Quando a dor é triste,
                                            Não fujas do lamento,
                                            Finja que o ódio existe
                                            Navegando no tormento!

Quando a doença chegar
Não evites o sofrimento,
Lembra-te do verbo amar
O conjugado para... Sarar!

                                            Quando a pobreza é vil
                                            Não perjures a miséria.
                                            Lembra-te do céu cor anil
                                            Sobre o lodo da matéria!

                              (aa.)S/A/Baracho.
                              conanbaracho@uol.com.br
Sebastião Antônio Baracho Baracho
Enviado por Sebastião Antônio Baracho Baracho em 23/11/2007
Código do texto: T749401
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Sebastião Antônio Baracho Baracho
Coronel Fabriciano - Minas Gerais - Brasil, 80 anos
421 textos (19820 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/10/17 00:32)
Sebastião Antônio Baracho Baracho