Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

‘‘Entrem no Trem.’’

   A raiz do sofrimento é mais profunda...
...Que a razão estreita que se deita na terra dura.

O trem está aqui.
Venham!
Venham!
Desejo que todos subam. Todos podem subir.

Mas cadê aquele pequeno que nem sabia onde morava?
"Desistiu da vida" Alguém gritou.
"A dúvida enforcou a visão de seu caminho".

E a linda dama que perdeu a cria noite passada?
Chora a dor do apego dizendo em lamento: "Castigo! Sem sentido!"

E o velho contador de piada, que deitava-se em suja calçada?
"Se arrepende do feito e não feito, e inimigo do tempo, tu sabes, não faz nada."

O trem! O trem! Entrem no trem!

O trem nos mostra a Cidade da Paz,
Onde o anjo mal não será capaz
De plantar a mentira e a falsidade,
Que destorcem a verdadeira identidade.

Ela possui uma beleza iluminada
O perfume predomina em seu solo firme.
Assentada no valioso Vale da Alma.
Parece que só vendo pra afirmar que ela existe.

Estão nela os grandiosos,
Respeitosos da natureza,
Os sábios da cultura plena,
Os eleitos caridosos.

O trem!  O trem! Entrem no trem!

Mas cadê aquele mico de lindo cabelo dourado?
"Respondeu à sentença injustiçada do homem."

E cadê a pureza do meu oceano?
"Sugada pelo caos humano. Infelizmente a envolve."

Mas cadê a grande árvore do fruto proibido?
"Inteira devorada, pois todo o fruto já havia sido comido."

Só não se passa do limite da luz, pois se esta fica pra trás, a vida não produz.

Mas ninguém vê quão belo é o céu com dia e noite;
Que a vida merece ser eterna perante a morte;
Que a felicidade só pode estar na harmonia
Com este mundo maravilhoso que nos guia
Quando queremos ou aceitamos ser guiados;
Mundo que nos faz sofrer um pouco
Se estivermos por pouco no caminho errado.

O trem!  O trem! Entrem no trem!

O sofrimento está em quem não vê
A oportunidade de crescer...
É como alguém que não sai de casa enquanto não pára de chover.

E perde o trem.
____________________________________________________________

Escrevi esta letra em 31/12/03 e 01/01/04.
Escrevi para minha banda (Modus Vivendi). Apesar de ainda não termos feito a melodia, tampouco os acordes, é uma letra que gosto muito, mesmo não a entendendo direito. Mas agora parece que o Maestro Aécio, já conhecido neste site, me ajudará a finalmente transforma-la em música. O estilo da banda tende ao Rock Progressivo e ao New Age.
Bem, espero que eu seja útil em alguma coisa. É minha primeira postagem aqui. Ainda sou um mero amador, portanto estou aberto a críticas pelo benefício dos meus conceitos.
Luiz Felipe Pereira Hassib
Enviado por Luiz Felipe Pereira Hassib em 19/01/2006
Reeditado em 20/01/2006
Código do texto: T101168
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Luiz Felipe Pereira Hassib
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 33 anos
2 textos (98 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 14:30)
Luiz Felipe Pereira Hassib