Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

tardes interditas (teus olhos)

havia o riso estridente
e gelos quentes
interesses e toda a rua que se vendeu à romagem ao consumo
eram somente tardes interditas
e, no fio da navalha, neve ferida
sobravam
teus olhos.

são marcos, 28 de janeiro de 2006
Nuno Trinta de Sá
Enviado por Nuno Trinta de Sá em 27/01/2006
Código do texto: T104861
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Nuno Trinta de Sá
Portugal, 43 anos
73 textos (1677 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 15:05)