Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

* Inveja do Poeta *


Minha vontade é escrever uma carta de Amor.
Escreveria, se soubesse como fazer isso.
Mas, me dou conta de que simplesmente não sei como começar.
Como falar de Amor?
Só aprendi a sentir o Amor, a fazer Amor.
Mas nunca soube lidar com isso.
Que inveja do Poeta!
Ele deixa as palavras com som de melodia.
Faz com que mesmo o poema mais triste e deprimente se torne a fiel descrição do sentimento mais complexo na vida de qualquer mortal.
Menos na do Poeta.
Quer saber?
Acho mesmo que ele inventa tudo que descreve e que nos convence.
Não é possível que o Poeta coloque para fora tudo que sufoca tanto a gente por dentro.
Ah, Poeta, seu atrevido!
Eu aqui, no maior sufoco e você com a autoridade dos Amantes.
Rima "Amor com Dor" sem a menor cerimônia.
Como se isso fosse possível.
Eu não acho que rima.
Acho até que nem combina.
Desculpe, Poeta, mas não consigo fazer igual.
Enquanto você se orgulha falando de Amor...
Eu nem me atrevo, não invento.
Desculpe, Poeta!
De Amor não sei falar, não sei dizer...
Pois nada supera o ato.
Então, façamos um trato:
- Você escreve e eu Faço!
DanielaVS
Enviado por DanielaVS em 02/02/2006
Código do texto: T107129

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Citar: Daniela V.S. - www.euescrevinhando.blogspot.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
DanielaVS
Caraguatatuba - São Paulo - Brasil, 43 anos
38 textos (5372 leituras)
1 áudios (3218 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 08:00)
DanielaVS