Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Solidão

Oh! Como dói esta amarga solidão!
Como machuca o lamento desta alma,
Só ter em quem pensar,
E não poder tocar,
Nem sequer saber se realmente é você...
O escolhido divinamente
O protegido pelos deuses
Aquele que meu coração espera

Oh! Como dói esta espera!
Ofusca o brilho dos meus olhos
Conseguirei ver se os deuses acertaram?
Meu coração terá esta resposta?
Minha alma saberá quando encontrar a tua
Porque a amarga solidão irá embora
E sentirei o perfume do amor...
Regado de carinho e atenção.
Libélula Azul
Enviado por Libélula Azul em 25/02/2006
Código do texto: T116013
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Libélula Azul
Djibuti, 46 anos
22 textos (1730 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 12:48)
Libélula Azul