Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Natal e o Complô masculino

Então ele olha bem no fundo dos meu olhos e fala muito sério e len-ta-men-te, como se eu fosse surda e retardada - e eu vejo um gostinho de prazer no canto da sua boca:
- Eu não te amo.

Dois dias depois o interfone toca sem aviso e é ele. E quando eu vou ver a gente já está trepando, mete, mete, mais, mais e os vizinhos estão ouvindo, isso, vai, vai, vai, foi, ah!!!.... e ele já está olhando de novo encantado e abestalhado para a minha foto que está na geladeira.

Se veste com pressa e ordena: vamos pro mercado que você não pode ficar desabastecida.

Sim queridas: é um complô masculino. Sim queridas, eles querem nos enlouquecer.
Sim queridos: eu não tenho vergonha na cara. Graças a Deus.

Feliz Natal.

Mais Priscila Andrade: http://dedodemoca.blogspot.com
Priscila Andrade
Enviado por Priscila Andrade em 30/03/2006
Código do texto: T131019

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para o site www.priscilaandrade.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Priscila Andrade
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 44 anos
15 textos (349 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 06:12)
Priscila Andrade