Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Eu, Você e a Lua

Não, você não está enganado. Foi exatamente pra isso que te chamei. Quero quebrar as convenções, desviar da razão, enxurrar-me de ti. Passear no teu íntimo e liberar-te o meu. Entregar-me ao que pede o corpo que anseia por ti, procura-te em outros corpos numa ensandecida lascívia, sente o teu odor almiscarado no transpirar alheio. Quero sentir o  roçar da tua barba por fazer em meu pescoço, como arranhando os pudores despudorados da menina mulher. Meus lábios almejam os teus para juntos sorverem-se lentamente como se para sempre. Mesmo que o sempre seja apenas uma vez, um instante, uma noite. O tempo não importa agora.  Ele será protagonista depois, na minha dor já prevista. Não almejo o teu amor nem ofereço o meu. O que quero de ti, neste momento é o teu desejo. Saciar o meu, que é pungente, em cada passo que te afastas. Hoje, quando o dia virar noite e a lua descer para iluminar os amantes, estarei te aguardando. Esta noite, sou tua. Esta noite.
Catia Schneider
Enviado por Catia Schneider em 06/04/2006
Código do texto: T134858
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Catia Schneider
Joinville - Santa Catarina - Brasil, 38 anos
147 textos (33309 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 22:47)
Catia Schneider