Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Acabou (III)

E de que adianta alimentar o corpo
Num prazer que ultrapassa fronteiras
Num clímax arrebatador que não some
Quando meu espírito fica torto
Caindo em angústias derradeiras
Carente, tão carente, que morre de fome?

E resta, naquela fresta, como em aresta,
Soluçando, solitário, o seu nome.
Mal pronunciado pela minha boca
Que já rouca
Perde-se em recordações da sua.
Seus olhos se alternam em dor e escuridão
A mente só pensando: “se ao menos...”
Nada além das luas corriqueiras, dos sóis amenos.
E esse vazio, gelado, obscuro, horrendo.
Diz-me: Qual a sensação?


Scarllet Souza
Enviado por Scarllet Souza em 24/04/2006
Código do texto: T144517
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Scarllet Souza
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil, 26 anos
14 textos (630 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 17:23)