Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Desvios

Tento dar de beber a fonte, mas ela, altiva, recusa a água amarga que eu lhe sirvo.Me afasto do seu leito em direção a terras secas, onde o chão rachado abre vagas para delirios inconclusos.
Uma salva de tiros pipoca o céu, estrelas caem, sem emitirem suspiros. Me perco sem a referência das constelações assassinadas: não sei aonde o Norte fica. Apalpando o meu bolço acho meia bolacha esturricada, que amortece a minha fome revoltosa.
Exilado em territorio desconhecido, ergo os braços em desafio e injurio os deuses maçantes, esperando uma resposta ao meu ato premeditado. Mas Nada nem ao menos um Recado.
daniel rodrigues
Enviado por daniel rodrigues em 16/05/2006
Código do texto: T157318
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
daniel rodrigues
Londrina - Paraná - Brasil, 33 anos
61 textos (2261 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 02:52)