Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Na Terra do Faz de Conta


 
Na montanha dourada da terra do faz de conta
te encontravas perdido dentro de si mesmo,
e nem conseguias enxergar em volta.
Teus sentimentos erravam dispersos
contornavam o sopé da montannha
e nem levantavas o olhar
para perceber que no cume
estava a resposta que tu buscavas.
 
Atordoado com tantas coisas acontecendo,
em teu entorno,
teus olhos tristonhos mostravam
o quanto teu coração estava ferido
e porque sempre te afastavas das pessoas amadas
quando elas de ti se aproximavam.
 
O medo de amar, de se entregar,
de sofrer novamente, de sentir-se abandonado,
eram tantas as defesas e a fortaleza interior
fechando-se em copas, para não permitir que
os sentimentos pedissem passagem,
ganhando a dimensão que o corpo requer
e a alma suspira e assim tu preferistes sufocar
tudo e permanecer na solidão dos dias e noites.
 
Porisso ouve-se ao longe a vóz
de uma mulher que chama por ti, e te procura
numa noite bela, em uma estrela brilhante.
 
Contudo te encontras no sopé da montanha,
e nem siquer pensas em sair do lugar
e nem olhar o céu estrelado,
que espera apenas o olhar dos apaixonados.
 
Quem sabe não sonhas mais,
apenas sobrevives aos teus devaneios,
que flutuam perdidos em si mesmos.
 
Santos, SP
04/06/06
 
 
Guida Linhares
Enviado por Guida Linhares em 04/06/2006
Código do texto: T169026
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Guida Linhares
Santos - São Paulo - Brasil, 70 anos
1939 textos (158425 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 18:48)
Guida Linhares

Site do Escritor