Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DORME MEU ANJINHO

De cima de meu telhado
Escutava um anjo a cantar
O anjo todo molhado
Cantava pra não chorar

É o anjo da saudade
Descobri pela canção
Com a flauta da maldade
Machucando o coração

As noites não tem caminho
Na escuridão eu sinto medo
Sonho com teu carinho
E o deslizar de teus dedos

Mas dorme meu anjinho
Que o vento embale teu sono
A lua me disse baixinho
É amor, eu não me engano

Dorme quieto meu ursinho
Pro bicho papão não te ver
Vai contando carneirinhos
Até teu sono florescer

Vou mandar-te a lua
Levando estrelas brilhantes
Ver teu sono la da rua
Sonhos catitos distantes

Dorme anjinho inocente
Que a noite vai só começar
Na escuridão indecente
Quero em teus braços estar

Com asas de pura ternura
Te espero no bosque encantado
Com beijos de alívio e doçura
Qual poeta condenado
NeveBranca
Enviado por NeveBranca em 05/06/2006
Código do texto: T169925
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
NeveBranca
Curitiba - Paraná - Brasil, 33 anos
8 textos (588 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 00:12)
NeveBranca