Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O destino

Espontaneidade , sinceridade , gritando para sentir o mundo , para ser e lambuzar desse tom adocicado. Era a pureza , e a incerteza de sonhos , de vivacidade. Sem precauções ou especulações. A vida por si só falada baixinho ao pé do ouvido. Um jardim florido , de sorrisos e cantorias. Como as ondas do mar , prestes a dar seu abraço na areia. Como o sol , assim lindo no céu. Era amar sem pedir nada em troca , sem escolher ou classificar. Era mesmo nem ter a consciência da própria existência. As margaridas , os beija-flores de flor-em-flor. Voar como pássaros , cantar como sabiá. Inconscientemente, sem a racionalidade da própria sensação de afeto. Eis que me vem a beleza de ser criança.
Eis que vem depois de uma tarde inteira de pensamentos , a explicação do presente. Nesse cara-a-cara diário com a vida , se não for a própria morte. Os sonhos contidos , os sorrisos recalcados. Talhados a mão por uma normalidade , que é marcada pela própria loucura. Como uma flor em seu ápice , podada. Modelada ao gosto do vento , ao gosto do próprio destino. Construída demoradamente , pacientemente baseadas em valores. Essas incertezas tão certas, e a sensação de estar evoluindo ao mesmo tempo involuindo. Tomando corpo , desprendendo da alma , da utopia. E padronizando , todos os dias , os mesmos dias , as mesmas horas de aprendizagem. E sendo aos poucos dominada pelas palavras selecionadas uma a uma , e privada do próprio silêncio da respiração. Vendo tornar realidade todos os sonhos , ao mesmo tempo que aprendendo a lidar com as perdas que também se tornaram vivas. É a magia , sem explicações , ou questionamentos. É a energia , trocada lentamente entre a matéria. É a leveza dos pássaros , com a consciência que precisa-se cantar , ou conseguir comida. É a responsabilidade , é a certeza que mais ninguém lutará pra que você mesmo consiga subir mais alto. É a força do tempo , e do destino , que nos faz aprender rapidamente a se localizar , a ir rebolando pra conseguir colocar-se em algum lugar. E é quase o amor , é quase a totalidade , com dias de extremo cansaço. É presenciar o valor das experiências, para uma construção mais humana.
E percebam , nem a metade do caminho foi percorrido , nem 1/10 dele foi escolhido , nem um pedaço da noite foi cumprida. Nem a vida , mostrou a suas faces e facetas ainda. No entanto a sensação que tenho, é a de que é preciso paciência , e tolerância. Que é preciso ir cada vez mais alto, e que há muitos precisando mais. Um amor puro, que absolutamente , não sabe a força que tem , eu juro , meu amor. Me vem desta vez mais uma descoberta , depois desse tempo de reflexão: Eis a beleza da experiência. O mistério do tempo , a corrida pra alcançar os próprios desejos e limitações. A tranqüilidade da meditação. Os valores dessa lua linda lá fora....
Lady Sophia
Enviado por Lady Sophia em 20/06/2006
Reeditado em 13/09/2006
Código do texto: T179207
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Lady Sophia
João Monlevade - Minas Gerais - Brasil, 25 anos
147 textos (6552 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 02:18)
Lady Sophia