Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Da Janela

Da janela sólida vejo nuvens.
Nuvens que se movimentam devagar,
como o tempo.

Nelas, as nuvens, vejo o tempo
a se rastejar pela nossa história.
Tão devagar que parece não passar nunca.

Mas olho, vejo que passou
o tempo e as nuvens.

Nuvens que se escondiam,
hoje revelam a beleza das estrelas,
que brilham...

Sozinhas no céu elas, as estrelas,
aparecem.
Não mais encobertas pelas cinzentas nuvens
que iam devagar.

O tempo que encobre a beleza.
Tudo se encaixa e se revela.

Faço comparações:
estrelas, felicidade;
nuvens, tempo.

Traz esperança.
Tudo se encaixará
da janela do meu quarto.

Cris Roseno
Enviado por Cris Roseno em 27/06/2006
Código do texto: T183223
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Cris Roseno
São Paulo - São Paulo - Brasil, 30 anos
6 textos (412 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 07:05)
Cris Roseno