Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Última poesia em seu nome

Casei-me da sua presença
Dor, anseios e esperança
Neste pacto sufocante
Não me dê mais desta bebida
Embriaguei-me demasiadamente
Despeço-me
Na incerteza e no desejo de um alcoólatra
Por mais que isto me traga o Bom Dia da desilusão
O Boa Tarde do sofrimento
E o Boa Noite do desfalecimento...
Uma droga
Um vírus
Uma faca
Resume você e seus efeitos
Desisto ser o espetáculo
Agora, apenas expectador.

Estro de Mulher
Enviado por Estro de Mulher em 31/07/2006
Reeditado em 29/08/2006
Código do texto: T205749
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Estro de Mulher
Cuiabá - Mato Grosso - Brasil
24 textos (1766 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 14:44)
Estro de Mulher