Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

rapsodias de poesias diversas

morte (minha autoria)passa ó morte e leva ; leva-me nos teu inumeros caminhos ;infundáveis e insondaveis leva a este louco fujitivo da vida que vem com uma espada à plantar no peito da sorte dilacerando veias e artérias na infelicidade que éo ser , mata-me a esse homem que nem sabe se  existe e que está sem o motivo primeiro da sua própria existência .O que é a vida ? Agora nâo importa ! mas sim o que é a morte!


atravesso um campo de batalha cheio de corpos ;
um campo de sangue onde o medo não é permitido e onde quando se tem medo você se torna mas um corpo entre os que estam no chão lavados de vermelho , pelo menos é assim que me lembro das tristezas vividas e morridas !
da tristesa das viuvas e das crinças !das infelicidades dos soldados no outro mundo !

barco no mar da dor e uivo de sofrimento -solidão-EM UM OUTRO BARCO A MINHA'LMA ANTIGA QUE É JOGADA AO SABOR DAS PALAVRAS QUE SÃO O MAR;
UM MAR DE TROVÕES! ; EU VEJO MILHÕES QUE MERGULHAM COMIGO ;MILHÕES; TOLOS ; PARVOS E NÉCIOS QUE MERGULHAM COMIGO ; E NESTE MERGULHAR SÃO TRAGADOS PELOS DESTINO DE UM PECADOR , DE TER QUE ATRAVESSAR DO TRAJETO DA DOR, O :"SENDO TRANSPORTADO POR CARONTE" O BARQUEIRO DO OUTRO MUNDO ! PESCADOR DE DESILUSÕES! E AMIGO DA MINHA SOLIDÃO; ocaronte do meu eu  ATRAVESSADO ;  DO EU QUE TEREI QUE FORJAR NA DOR PEDRAS DE RESTAURO SOBRE O RANCOR ;E SUAR O SANGUE QUE CORRE DOS CÉUS QUE DESCE À TERRA QUE ME LEVA E ME ENTORPECE QUE ME LAVA E ME QUEIMA NA FORNALHA DA FORJA ( VIDA)


Severo war
Enviado por Severo war em 08/08/2006
Código do texto: T211982
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Severo war
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
5 textos (226 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 02:19)