Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Então sonhei....BADU & E no sonho te encontrei...GUIDA

ENTÃO SONHEI

BADU

 

Abri meus braços e estático fiquei, como um espantalho, ali me implantei.

E toda indiferença por vezes nos orienta, por entre tufos de feno uma essência, um coração a bater.

Remendei os trapos que me vestiam, um mundo que girava e eu observava a vida representar.

Então sonhei...

Acho que sonhos são imersão da alma onde a dor acalma em doce lição.

Quantas tardes se despiam entregando céu azulado ao poente de um sol dourado.

 E a noite trouxe estrelas e romantismo, até a aurora pedir licença para despertar.

Nesse mesmo luar reparei o sereno em desespero tornar-se orvalho e fazer chorar uma flor.

Em cada manhã vinha em diversidade de mistérios para desvendar.

Frias estações, e os pássaros, tão sábias criaturas,encontravam razões para cantar.

Pousou em meu ombro, desejos de buscar liberdade, limitado aos movimentos procurei construir asas para voar.

Olhei tão vasto campo de inquietante beleza, asas de palhas delicadas que o fogo solar não poderia queimar.

Eu um espantalho, continuo aqui a observar outras estações.

 Quando fechar meus braços, será para lhe abraçar!

Em cada céu, um outro horizonte para planar, em eclosões de aventuras abri minhas asas ,voei!

 Então sonhei...

 

E NO SONHO TE ENCONTREI...

Guida Linhares

 

Estava junto contigo, em meio a este feno molhado, que reascendia um perfume

parecido a rosas misturadas com jasmins, ou talvez madressilvas, mas percebia-se que toda a natureza estava em festa. Sabes porque??? Algo inusitado aconteceu...

Era um espantalho que surgira na noite, silencioso em seu jeitinho carinhoso de chegar e se colocar bem no meio daquele espaço, e levantando as mãos ao céu, ele disse alegremente:

- Vejam todos voces, que estão nesta imensidão, bichinhos minúsculos e borboletas coloridas, passarinhos buscando seus ninhos e lagartas se allimentando de folhinnhas tenras e apetitosas...vejam aqui cheguei....estou festejando o meu voo de Ícaro, nas asas do sonho, cavalgando numa prosa poética.

Pois é meu amigo...eu também cheguei de espantalha, cheia de farrapos por conta de meus ultimos tempos, em que a vida ficou tão complicada e meu coração partiu-se em mil pedaços, porque tantos sonhos reais desmoronaram e nada pude fazer para conter os estragos. Assim peguei cada pedaçinho de trapo e fiz uma nova roupa. Me deitei na cama e chorei todas as lágrimas que podia, até que adormeci e sonhei contigo....juntamos nossos trapos e farrapos e fizemos uma enorme cesta, onde amorosamente colocamos as rosas, jasmins e madressilvas e saimos por ai a espalhar as flores por todo o caminho pelo qual retornamos, até que em dado momento.....acordamos!!! Era a primavera prestes a chegar....

Santos, SP
11/08/06
 

Guida Linhares
Enviado por Guida Linhares em 12/08/2006
Reeditado em 12/08/2006
Código do texto: T215145
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Guida Linhares
Santos - São Paulo - Brasil, 70 anos
1939 textos (158390 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 22:37)
Guida Linhares

Site do Escritor