Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
A NOITE QUE ESPERE

Colhidos em manhãs primaveris e guardados no alforje da memória , trago comigo alguns raios de sol que vou espalhando pelo caminho destas tardes cinzentas. Por vezes, me esqueço que os trago comigo e me misturo ao cinzento da tarde, indiferente à noite que se aproxima.
Todavia, na iminência da entrega, me permito ler um poema de Cida Giacomini, a me lembrar que os trago comigo e, cuja luz, ainda pode servir  para iluminar o caminho de quem não se lembrou de guardá-los, porquanto suas manhãs passaram despercebidas. Reanimo-me. Se posso ser útil, ainda que com este tom cinza, a tarde vale a pena ser vivida. A noite que espere!
silasol
Enviado por silasol em 11/09/2006
Reeditado em 12/09/2006
Código do texto: T237981

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (CITE O NOME DO AUTOR E LINK PARA A OBRA ORIGINAL). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
silasol
Sabará - Minas Gerais - Brasil, 65 anos
653 textos (73330 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 22:27)
silasol