Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

aguardo a Morte

como fazer uma sombra respirar?
os minutos são preciosos

mas nada agrava a memória
como respirar apenas?

todos os caminhos são percorridos
as buscas intensificam-se

o incêndio continua a lavrar
chuva maldita que não cai

tranquilamente a morte vai chegando
num silêncio brusco

pela manhã a sensação é fria
os caminhos abrem-se para a passagem

encosto o rosto à terra
permaneço quieta a ouvir

a relva cheira a jasmim
cheiros diferentes em cada inalação

pelos caminhos já percorridos
a dor não amaina

continuo a pedir chuva
para calar o sofrimento

cada minuto é precioso
nesta vida de memórias apagadas

pelos caminhos da manhã
tento ter uma morte tranquila

Isabel Fontes
Enviado por Isabel Fontes em 14/09/2006
Reeditado em 15/09/2006
Código do texto: T240124

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Isabel Fontes
Portugal, 41 anos
417 textos (61571 leituras)
9 áudios (676 audições)
3 e-livros (266 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 02:22)
Isabel Fontes