Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

POEMA FETO

Na fecundação das palavras gera-se o poema feto
De feitio inesperado e personalidade desconhecida.
Nasce "do amor que há entre Deus e o Diabo"
E dá os passos vagarosos na vontade metafórica.
Caminha deambulante na estrada intemporal da rede.
Não reza condenações nem ora apelações
Simplesmente cresce por si, sozinho de limitações.
Mónica Correia
Enviado por Mónica Correia em 16/09/2006
Código do texto: T241933
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Mónica Correia
Portugal, 44 anos
50 textos (2797 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 08:53)
Mónica Correia