Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ANGÚSTIA

Nas sombras em que me deito rasgo os túneis da imensidão.
O relógio marca os momentos exactos do tempo que voa.
Nas asas de um papagaio de papel pressinto a queda.
E no chão frio da mármore lapidada estendo o corpo.
De corpo em corpo como numa ciranda viajo no tempo.
A chuva sopra os jardins que amanheceram ao meu colo.
Como um filho de nada alimento a angústia desgastada em suor.

Mónica Correia
Enviado por Mónica Correia em 25/09/2006
Código do texto: T249223
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Mónica Correia
Portugal, 44 anos
50 textos (2797 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 21:22)
Mónica Correia