Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SAUDADE CRUEL

Ah! Cruel e amarga saudade!
Que fazes na minha vida?
Não quero que andes comigo
Nem mesmo de longe, sigas meus passos.
Não sabes que não és boa companhia?
Ou temas por amar o sofrimento alheio?
Saibas que breve não me alcançarás.
Nem ao longe poderás enchergar-me
E tornarei a cantar... Viver... Amar!
Guilherme S N Duarte
Enviado por Guilherme S N Duarte em 15/10/2006
Reeditado em 12/03/2007
Código do texto: T265298
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Citar o nome do autor.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Guilherme S N Duarte
Santa Luzia - Minas Gerais - Brasil, 49 anos
8 textos (339 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 04:02)
Guilherme S N Duarte